Um natal (e uma vida) com mais propósito e menos desperdício



É tão bom não ter que andar nesta azáfama dos presentes!
Gosto desta liberdade de poder viver o Natal à minha maneira, de não me sentir obrigada a dar qualquer presente, de não ter que andar no trânsito e nas confusões destes dias. Podia oferecer presentes caseiros, feitos por mim, poderia oferecer presentes sustentáveis, mas prefiro não o fazer justamente para marcar a minha posição contra o consumismo que se vive nesta altura que para mim não faz qualquer sentido.

Este ano fiz uma árvore com os meus livros preferidos e fiz algumas decorações de Natal apenas com material de encomendas que recebi ao longo do ano. Para mim só faz sentido assim, um natal e uma vida sem desperdícios. Podem ver a reportagem da Notícias Magazine onde tive o prazer de participar e onde aparece a minha árvore.

Quero desejar-vos um feliz natal e agradecer por estarem desse lado! Que seja um natal bem quentinho, cheio de amor, boa comidinha (este ano encomendei a minha no VGood) e de preferência com pouco desperdício (separem bem o lixo e coloquem nos contentores apenas na terça-feira, pois aos domingos e feriados não há recolha, evitem que o lixo se espalhe pelas ruas).

Etiquetas: ,